Festival Infantil Cirandar 2019

Festival Infantil Cirandar 2019

Educação e cultura formam a base de toda a sociedade. Para preservá-las, é necessário incentivar a busca pelo conhecimento desde cedo nas crianças, e de uma forma lúdica, para que aprendam com diversão, guardando ótimas lembranças sobre a importância do saber. Com esse pensamento, foi criado, em 2012, o Festival Infantil Cirandar, um evento cultural e recreativo destinado às crianças e a toda população paranaense.

Realizada em parceria com a comunidade artística, produtores, iniciativa privada e iniciativa pública, a edição 2019 do evento terá duas etapas, em Curitiba e em Foz do Iguaçu. Em destaque, uma programação de altíssima qualidade para entreter as crianças e todas as famílias, um espetáculo que reúne tópicos do folclore infantil com roupagens atuais por meio de cirandas de roda, contação de histórias, circo, teatro, música, dança e performance.

Na capital, o festival será realizado no dia 5 de outubro, no Colégio Estadual Professora Maria Balbina Costa Dias, no bairro Tarumã, com shows das bandas Denorex 80, Charme Chulo, Arnica (formada por músicos dos grupos Trombone de Frutas e Bananeira Bras Band), Pacific Jazz, além da Banda Cirandar, com Raissa Fayet, Iria Braga, Du Gomide e Denis Mariano. Haverá ainda atividades da Casa Labirinto e práticas de yoga e meditação e oficina de literatura.

Em Foz, o evento acontece no dia 12 de outubro, na Praça da Paz, com apresentações folclóricas brasileiras e de países da América Latina , cortejo de maracatu e com a participação das comunidades árabe, chinesa e japonesa.

O projeto desenvolve ações gratuitas e voltadas a crianças em situação de vulnerabilidade social através de parcerias firmadas com secretarias de Educação para escolas da rede pública. A expansão do Cirandar para o interior do Paraná começa a se confirmar com a chegada do evento em Foz do Iguaçu.

Uma das metas do projeto é a descentralização da cultura, entregando às populações locais um produto de ótima qualidade e impacto positivo em todas as suas esferas. “Através das atividades realizadas, buscamos aproximar o público – as crianças e toda a comunidade – de um conteúdo fadado ao esquecimento, tornando-o mais palatável, atualizado e numa linguagem acessível, preservando nossas raízes. A intenção é criar uma cultura de informação da arte, do resgate dos valores tradicionais”, afirma Beth Capponi, organizadora do Cirandar

A característica social do Cirandar é reforçada ainda mais em 2019 com a escolha da Escola Maria Balbina como sede do evento. Há dois anos, o prédio administrativo da instituição foi totalmente destruído por um incêndio, causando a perda de materiais e recursos. A escola se reergueu em 2018 e continua seu processo de recuperação, que recebe agora o apoio do Festival Infantil Cirandar.

wyvy

Os comentários estão fechados.